domingo, 27 de março de 2016

Lord Byron - biografia

Boa tarde amores ... 
Feliz Páscoa á todos e vamos de literatura hoje no blog ... 

Uma pequena biografia de mais um escritor no marco romântico que caracterizado no gótico.

George Gordon Noel Byron foi um importante poeta do século XIX, um dos principais representantes do romantismo inglês. Exercendo grande influencia na literatura da época. 
 Nascido em Londres, Inglaterra, aos dez anos de idade herdou o titulo nobiliárquico de um tio avô, tornando-se o sexto Barão dos Byron. Enquanto estudante publicou seu 1º livro de poesias, "Horas de Lazer" que foi mal recebido pelas criticas.
 Em 1912, de volta á Inglaterra publicou os dois primeiros cantos de "Peregrinação de Childe Harold", londo poema que narra suas andanças e amores de um herói desencantado, ao mesmo tempo, que descreve a natureza da Península Ibérica, Grécia e Albânia. Sua obra alcançou grande sucesso.
 Com as obras "O Corsário" e "Lara", ambas publicadas no mesmo ano e "O Cerco de Corinto", sua fama foi consolidada. Após um ano de casado pediu o divórcio, escândalo para a sociedade inglesa, que o associou aos rumores de incesto do poeta com sua meia irmã e então ele se muda para Suíça.
 Logo escreveu o canto III de "Peregrinação de Childe Harold" e "Prisioneiro de Chillon", no ano seguinte publica o poema dramático "Manfredo".
 Casou-se novamente em Genebra e teve um filha. Em 1818 publicou canto IV de "O Prisioneiro de Chillon". No ano seguinte inicia o poema "Dom Juan", obra essa que relata sua vida pessoal, mas deixou inacabada.
 Byron criou diversos personagens sonhadores e aventureiros, que desafiavam as convenções morais e religiosas da sociedade burgues, ele mesmo foi, com sua vida agitada, um tipico herói romântico. A própria figura confundia-se com a de seus heróis: orgulhoso, irreverente, melancólico, misterioso e conquistador. Uma aura de mito foi sendo criada em torno de seu nome, gerando imitadores e admiradores por toda parte. No Brasil, Álvares de Azevedo é o poeta que mais reflete a influencia de Byron.
 Defensor da liberdade engajou-se em vários movimentos revolucionários.
 Em 1824, Byron faleceu com uma misteriosa febre.


Porque eu amo literatura .... :))

Amores essas obras de Lord Byron tem no site SKOOB 
e os que eu tenho são todos em espanhol o/ 
sendo assim vou traduzir um trechinho e faço outro poste
com os trechinhos, certo? 

Mas, vou por aqui algumas frases :)



Amores, vou fazer de um tudo para não deixar o blog abandonado por duas semanas. srrs

Até o próximo poste 
:**

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Se você fosse minha - Bella Andre

Boa tarde leitores! Estou em suspiros por esse final de livro *-* Muito lindo e só para esclarecer, são oito livros contando o romance dos ...