domingo, 29 de março de 2015

Conto!!!!!

Boa Noite, pessoas lindas, maravilhosas e elegante :*

Peço-lhes perdão por não ter feito esta postagem na sexta-feira (realmente nao deu tempo), mas hoje o poste é o 2º conto da galera do face que fizeram um e-book e minha amiga Karime me passou e como resultado estou divulgando os contos aqui no blog ^^

O conto de é hoje é de DAVYD VINICIUS

A NOITE DE VIC

________
Victória chega na festa de casamento de sua tia junto com seu marido Raphael. Ela estava apreensiva pois sabia que iria reencontrar Carlos, seu grande amor de infância.
Essa seria a primeira vez que eles se veriam depois que Carlos voltou de Nova York, onde esteve estudando durante 5 anos. Ela não fazia a menor ideia de como ele estava, se havia casado, se estava solteiro, se havia mudado ou se estava do mesmo jeito. Mas o maior medo dela, era saber como seu coração reagiria ao vê-lo, e, independente de como fosse, ela teria de se conter, pois seu marido, o homem com quem Victória decidiu passar o resto de seus dias, estava ali ao seu lado.
Então eles entraram, cumprimentam alguns amigos e parentes, foram até os noivos para parabenizá-los e caminharam até a mesa aonde vão ficar. Já sentados, Raphael percebe que Victória está nervosa e pergunta:
— Vic, está tudo bem?
— Sim querido, por quê não estaria?
— Por que você está nervosa e não para de olhar para os lados? Está procurando alguém?
— Procurando alguém?
Victória olha para o lado e vê sua prima que acaba de chegar.
— Estou sim, mas olha ali, minha prima Katty, ela acabou de chegar — Diz Victória disfarçando.
Ela se levanta e vai até a prima cumprimentá-la.
— Prima, esse é o Raphael, meu marido — Diz ela apresentando-a ao Raphael.
Eles se cumprimentam e Raphael diz:
— A Vic estava eufórica pela sua chegada.
Katty sorri e olha para Victória, estranhando, pois ela e Vic nunca foram muito próximas.
Victória, ainda ansiosa, convida a prima para se sentar junto a mesa. Katty, sem conseguir disfarçar o desconforto, aceita.
Victória decide ir até o banheiro. Quando estava voltando, esbarra sem querer em um rapaz, pede desculpas e segue em direção a mesa. Assim quando ela se vira, dá de frente com Carlos vindo em sua direção. Ela observa que ele não mudou muito fisicamente, mas está mais maduro, com roupas mais sofisticadas, com barba e com certeza mais atraente.
Vic tenta disfarçar o máximo sua euforia até que ele chega e a cumprimenta.
— Victória, quanto tempo — Diz ele sorridente.
— Carlos, como você está diferente.
— Sim Vic, os anos em Nova York me fizeram amadurecer muito.
— Pois é, você está muito bonito.
— Obrigado, você também continua lindíssima.
Eles ficam mudos e olhando fixamente um para o outro. Na cabeça de Vic, mil coisas estavam se passando, inclusive a lembrança de quando eles eram menores e o amor que ela sentia por ele.
Então, em um milésimo de segundo, eles se esquecem de onde estavam e seus corpos se encontraram, ali no meio da festa, e se beijaram com toda intensidade de seus corações, revivendo pelo menos um instante do passado. A festa para e todo mundo começa a olhar para eles. Victória escuta um grito e sente que Carlos foi empurrado. Quando ela olha para o chão, encontra Raphael batendo em Carlos. Desesperada, tenta separar os dois e aquilo vira uma grande confusão, até que os dois são finalmente separados.
— Victória, o que é isso? Se você queria acabar com a minha festa de casamento, muito bem, você conseguiu! — Diz a tia de Victória chorando.
Então ela sai correndo e algumas pessoas vão atrás.
Envergonhada, Victória vai para um jardim que estava vazio e começa a chorar. Depois de alguns minutos, Carlos aparece e a pede desculpas por tudo o que aconteceu.
— Tudo bem Carlos, agora já aconteceu, fazer o quê. Agora só me deixe um pouco sozinha.
Eles ficam ali calados durante alguns minutos, até que Carlos diz:
— Vic, eu tenho uma ideia. Vamos embora daqui, vamos ficar juntos. Você larga desse cara e nós vamos ser felizes.
— O que? Você só pode estar louco.
— Não Vic, eu sei que você gosta de mim, você me beijou!
— Carlos, esse beijo foi um impulso. Eu amo o Raphael e é com ele que eu vou passar o resto da minha vida. E a propósito, eu vou atrás dele, que é quem realmente me importa. Adeus Carlos.
Victória vira as costas e vê Raphael no portão. Ela vai em direção dele, mas antes dela dar dois passos, Carlos a puxa pelo braço e a beija mais uma vez, fazendo com que Raphael veja tudo novamente.
Raphael vai embora, enquanto Victória furiosa empurra Carlos e sai correndo atrás de seu marido.
Ela procura por tudo, mas não o encontra na festa, liga para o celular dele, mas só dá na caixa postal. Ela então vai para casa na esperança de o encontrar lá.
Ao chegar em seu apartamento, abre a porta às pressas. Quando entra, procura ele por todos os cômodos. Assim que ela chega no quarto, vê ele de costas, sentado na cama e virado para a parede. Vic começa a falar:
— Raphael, meu amor, me desculpa por tudo aquilo. Você sabe que eu te amo muito e é com você que eu quero passar o resto da minha vida.
Mas ele permanece do mesmo jeito. Ela senta-se atrás dele e passa a mão no seu cabelo.
— Tudo bem Vic, mas agora vamos deitar e esquecer toda essa história.
Ela o abraça, eles deitam-se na cama, começam a se beijar e, entre os beijos, Victória diz:
— Eu te amo muito e jamais te trocaria por qualquer outro homem.
Ele olha para Victória e quando ela olha para os olhos dele, vê os olhos de Carlos, e ele então diz:
— Eu também te amo.
Quando o dia clareia, Victória acorda com Raphael a chamando:
— Vic acorda! Temos que ir buscar o seu vestido para a festa da sua tia hoje à noite.
Assustada, senta-se rapidamente na cama, fica durante alguns minutos pensando e começa a gargalhar.
DAVYD VINICIUS

Nada foi modificado no conto....



Quero agradecer o total de visualizações que o primeiro conto teve e espero que esse tenha o dobro do primeiro e assim por diante, é isso gente, ajudem na divulgação.... E, por favor, não roubem os contos aqui do blog .....

Espero que gostem desse conto assim como eu ....
Até a proxima postagem :*

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Se você fosse minha - Bella Andre

Boa tarde leitores! Estou em suspiros por esse final de livro *-* Muito lindo e só para esclarecer, são oito livros contando o romance dos ...